Mensagem

Orações e mensagens dirigidas a Deus norteiam nosso pensamento e nosso coração para um encontro pessoal com Ele. Presente em nossa vida, Deus é um gracioso dom, fonte inesgotável que sacia nossa sede de paz e de amor. Uma mensagem atinge o mais profundo de nosso ser quando acolhemos a Graça. E uma oração, quer seja despojada das coisas exteriores ou repleta de preces, tem o objetivo de aspirar a bondade divina e pedir sua proteção constante em nossa vida. (Frei Edrian Josué Pasini, OFM)

Santa Umbelina



Beata Umbelina -Padroeira dos órfãos

Festejada  em 12 de fevereiro
Única irmã de São Bernardo de Claraval - Doutor da Igreja (que tinha outros cinco irmãos), Umbelina nasceu por volta de 1092 no Castelo de Fontaine-les-Dijon na França.
Filha de Tescelin  Sorrel e Aleth de Montbard
Ficou conhecida pelos diálogos que mantinha com seu célebre irmão, narrados em "Todas as vidas de São Bernardo". Nelas pode-se conhecer a dor de São Bernardo por ocasião da morte de seu irmão, o Beato Gerardo, e da irmã Umbelina.
Casada com Guido de Marcy e possuidora de grande fortuna, levava uma vida social fútil.
Certo dia ao fazer uma visita ao seu irmão Bernardo, ostentando toda pompa e escoltada por grande comitiva e o irmão recusou-se recebê-la se ela não prometesse seguir os seus conselhos e mudar de vida abandonando todo luxo e frivolidade.
Debulhada em lágrimas, ela, respondeu: “Eu posso ser uma pecadora, mas foi por pessoas como eu que Cristo morreu, e é porque sou uma pecadora que eu preciso da ajuda dos homens piedosos”.
Depois de alguns anos,  converte-se, tornando-se ardorosa devota da Paixão de Cristo e, após obter a permissão do esposo ingressou no mosteiro de Jully-les-Nonnais, próximo de Troyes, como simples monja. Decidiu penitenciar-se pelos anos de vaidade e de luxo com inúmeras mortificações. E mais tarde se tornou abadessa.
O seu irmão Bernardo de Claraval, influenciado por Umbelina escreveu o “De Consideratione  que é considerado um tesouro de fé e várias de suas cartas demonstra uma extraordinária fé em Jesus e na Virgem Maria.
Conta-se que ela curava pessoas apenas com sua bênção e oração, inclusive doenças contagiosas sem nunca contrair nenhuma delas.
Faleceu de causas naturais nos braços de seu irmão, São Bernardo Claraval, em 12 de fevereiro de 1135 e logo seu túmulo passou a ser local de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão.
O seu culto foi confirmado em 1703 e a sua comemoração foi fixada no dia 12 de fevereiro no  Martirológio Romano.
Foi canonizada em 1763.
Seu pai e seus seis irmãos também se consagraram a Deus na Abadia de Citeaux, na Borgonha, para levarem uma vida piedosa e exemplar.

Esta abadia, de uma importância fundamental dentro do monarquismo católico, foi fundada em 1098 por um grupo de 21 monges que, sob a direção de São Roberto de Molesmes, se retiraram neste lugar com a finalidade de seguir de uma maneira mais estrita a regra beneditina.
Em 1112 Bernardo de Claraval, personagem de excepcional importância, ingressou na abadia. Daqui foram fundados centros dependentes, os quatro primeiros em um lugar mais destacado: La Ferté (1113), Pontigny (1114), Claraval (fundada por Bernardo em 1115) e Morimont (1115). Converteu-se no centro espiritual da Ordem de Cister.

Etimologia: Umbelina tem origem no latim, Umbelina, diminutivo de umbella: sombreiro, guarda-sol; por sua vez diminutivo de umbra: sombra. No francês, Ombelline; no italiano, Ombelina.
 
 
A Capela de Santa Umbelina faz parte do conjunto de patrimônio histórico envolvente do mosteiro de Cister de Tarouca.
Fica situada no ponto mais alto a Norte da área circundante do mosteiro.


Fontes de pesquisa:


 
Postar um comentário

Importante. Divulguem este blog.

Importante. Divulguem este blog.
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blogue e, não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, peço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos. Agradeço.